lunes, 23 de mayo de 2011

A democracia: 1985 - 1990 José Sarney

O povo do Brasil tinha frustração pela manutenção das eleições indiretas, ainda assim tinham expectativas na chegada do civil Tancredo Neves ao posto presidencial. Tancredo faleceu antes de ser empossado. Em seu lugar recebeu a faixa presidencial o vice-presidente José Sarney. Surgiram fortes desconfianças porque Sarney integrava uma tradicional ala de políticos nordestinos que colaboraram com o regime militar, e que, posteriormente, se filiaram aos partidos de tendência mais conservadora. video
O novo presidente teria uma difícil missão ao tentar reconstruir o pacto democrático da nação brasileira.
Com relação ao “projeto” de redemocratização, posso apontar que o governo Sarney alcançou uma vitória com a aprovação da Constituição de 1988. A nova Carta Magna do país foi uma vitória importante no campo político e conseguiu varrer com diversos mecanismos que sustentaram o regime autoritário. O fim da censura, a livre organização partidária, o retorno das eleições diretas e a divisão dos poderes, são apenas algumas das conquistas.
Do ponto de vista formal, o país finalmente abandonava o período ditatorial.
Quando observamos a atuação do governo Sarney na esfera econômica, à euforia seguiu de uma pane no setor de produção e a falta de produtos de primeira necessidade.
Valendo-se do tabelamento de preços, o plano conseguiu realizar uma tímida distribuição de renda e promoveu o aumento do consumo da população.
Ao longo do governo, diversos planos tentaram realizar outras manobras de recuperação da economia brasileira. Contudo, tais ações não conseguiram frear os índices inflacionários exorbitantes. Dessa forma, as eleições de 1989 entraram em cena com a expectativa da escolha de um "candidato" eleito pelo voto direto, que pudesse resolver as tensões econômicas e sociais que tomavam os quatro cantos do país.
Frases de José Sarney
Sou apenas um menino do Maranhão que o destino disse: vai José, ser Presidente.
Governo é como violino. Você o toma com a esquerda e toca com a direita.
Um plano econômico tem que ser criado em fogo baixo, e não no fogaréu do inferno.
No Maranhão, depois dos 50 (anos) não se pergunta a alguém como está de saúde. Pergunta-se onde é que dói.

http://www.brasilescola.com/historiab/jose-sarney.htm#"