miércoles, 26 de enero de 2011

Revisão do Marco político-histórico para o enquadre da economia. Até 1822

Na primeira parte do século XVIII, as costas eram voltadas umas para as outras e de frente para a Europa e para a África. Os limitados meios de transporte e a política administrativa reforçavam os particularismos regionais. E geraram conflitos entre as regiões.
As fazendas regionais produziam mercadorias que eram exportadas pelos portos da costa. Os mercados internos quase inexistiam. A igual que os grandes proprietários americanos os fazendeiros sonhavam com a autonomia de suas respectivas regiões. As províncias se consideravam exploradas e governadas autoritariamente desde a Corte localizada no Rio de Janeiro e em algumas regiões discutiram a independência.
Tudo sugeria que o Reino do Brasil explodiria em diversas repúblicas o que causaria duros combates internos e com Portugal.
Começou como uma rebelião anti-lusitana que se transformou após na proclamação da independência, o 7 de setembro de 1822.

Independência ou Morte
quadro de Pedro Américo